Posts Populares

Blogger news

Estou Lendo...

Quem Pensa Enriquece
O Caderno H
Nada é Por Acaso
Meu Skoob

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

Quem sou eu

Minha foto
Curitiba, Paraná, Brazil
Apaixonada pela língua portuguesa, livros, música e culinária. Queria cursar letras, mas acabei entrando na faculdade de informática, área em que trabalho até hoje.

Seguidores

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Há algum tempo Bono, vocalista do U2, tem uma coluna no jornal New York Times onde de vez em quando expõe seus pensamentos em relação a sociedade, a arte e a cultura. Desta vez, como todo artista, não conseguiu escapar de tratar de um tema que todos, alguma vez na vida, tenham que fazer antes de morrer: a pirataria.

Não somente falou sobre isso, senão também a cerca da contaminação, pobreza, igualdade e temas de todo tipo que, segundo ele, temos que melhorar ao longo desta década.

O ponto que ele mais levantou foi no que diz respeito a propriedade intelectual. Segundo ele o único que vem salvando a televisão e cinema é o peso dos arquivos que, diferente de um cd de música que pode pesar em torno de 100MB, pode ser complicado por causa velocidade das conexões.

Bono assegura que os únicos que ganham com isso são os Provedores de Serviço de Internet e os que perdem são os criadores da música e os selos discográficos.

Os Provedores de Internet, pelo que se sabe, se defendem assegurando que funcionam como uma empresa de correio e que não podem averiguar o que fazem seus usuários com suas conexões. Para Bono isso não é mais uma desculpa já que se pode fazer muito mais para controlar a rede. Como exemplo o que fazem nos Estados Unidos para frear a pedofilia e na China para realizar censura.

Fonte: Downloadsquad

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget